NOSSA HISTÓRIA

Com a finalidade de valorizar os guerreiros que fizeram a história do nosso  Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado de  Rondônia, a  diretoria do SINSEPOL, procurou me, e me incumbiu de contar de forma simples e direta,  as informações sobre como ocorreu a criação do SINSEPOL, suas origens,  nossa história de luta, quem foram os  servidores que ao longo destes 31 anos, tiveram a coragem de se candidatarem às eleições do SINPOL-RO, quem foram os eleitos que  a cada triênio que se iniciou em fevereiro de 1989, e  ao longo  destes anos foram passando a cada chapa eleita a responsabilidade de continuar a luta sindical e  formar uma instituição, forte, sólida, ordeira  e aguerrida  que buscou e busca diante de todas as dificuldades de cada momento melhorar a vida de cada um de seus filiados. 

COMO SURGIU O SINSEPOL

Nosso primeiro movimento para nos organizar  em uma entidade representativa  de classe foi com a criação da ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DA POLÍCIA CIVIL DO TERRITÓRIO FEDERAL RONDÔNIA, fundada em 16 de setembro de 1979, com a colaboração do Policial Civil do Ex-território Federal de Rondônia, JOÃO PAULO DAS VIRGENS,  que hoje reside em Vilhena Rondônia, e que nos enviou  muitas informações e e até alguns áudios contando situações até então desconhecida por nós, informações importantes, para enriquecer a história que passamos a contar sobre a criação da associação e quem foram seus Presidentes, a associação segundo o Policial João Paulo tinha mandato de 2 anos, e o primeiro presidente eleito foi JAIME LIMA, secretária foi DELMA SOMOZA BURTON, tesoureiro foi NORBERTO MELO SAVALA.

Recibo de mensalidade da Primeira Secretária da Associação

DELMA SOMOZA BURTON

Criação da Associção dos Policias Federais do Ex-território de Rondônia João Paulo das Virgens

Áudio de João Paulo explicando os motivos pelos quais levara a criar a Associação que veio a dar origem ao SINSEPOL – hoje SINPOL – RO

A segunda diretoria Eleita tinha como presidente o delegado WALDEREDO PAIVA e como vice, JOÃO PAULO DAS VIRGENS, uma curiosidade é que no ano de 1982 Walderedo Paiva se afasta da Associação e se elege deputado estadual, Assumindo a Presidência o Vice-Presidente JOÃO PAULO DAS VIRGENS e após, o João Paulo também se afasta da Associação e se elege vereador pela Cidade de Porto Velho e quem assume a presidência da Associação foi O DELEGADO MARCUS PORTO.

 

O Terceiro presidente eleito foi MANOEL MOURA e, fechando o ciclo de Presidentes da Associação o seu Último Presidente foi ADY ALVES que foi reeleito para o Pleito seguinte, até que se tornou SINSEPOL.

 

Agradecimento aos Servidores do Ex-Território Federal de Rondônia, em Especial ao JOÃO PAULO DAS VIRGENS, que muito enriqueceu nossa história. (ouçam os Áudios do mesmo), agradecer aqui também os nossos Guerreiros que colaboraram para que as informações fossem colhidas, nosso Amigo Policial Civil do Ex-Território, ANSELMO ALMEIDA RABELLO, o atual Secretário do SINPEFETRO VICTOR HUGO G. MINUZZI o nosso amigo Dr. Pedro Marinho, que não mediu esforços para nos indicar o caminho das Informações.

João Paulo das Virgens em 1979 no 1 DP Cai Nágua.

João Paulo das Virgens – Atual

Note que o símbolo de uma pessoa com as duas mãos juntas, foi tirado do concurso que escolheu o Brasão da Polícia em um concurso que houve. E essa parte eu pedi autorização ao Dr. Hélio Máximo para poder usar na Associação. Era a Proteção aos Associados.”João Paulo das Virgens”

Carteira de Sócio da Associação dos Policias Civis da Época –1983.

SINSEPOL 1989

Com a promulgação da constituição de 05 de outubro de 1988, uma nova era se inicia no Brasil, com a autorização para a criação de Sindicatos representativos das Classes trabalhadoras, até então a Polícia Civil de Rondônia, era representada, pela Associação dos Servidores da Polícia Civil do Estado de Rondônia, que teve sua Transformação em Sindicato dos Servidores da Polícia Civil – SINSEPOL, um detalhe importante a observar era que pra que uma associação pudesse ser transformada em sindicato precisava ter pelo menos três anos de existência, segundo Informou João Paulo das Virgens, motivos pelos quais a mesma foi usada como base para a criação do SINSEPOL foi então feito então o Estatuto do Sindicato, e ocorreu a Primeira Eleição. Então de posse das Atas foi legalmente registrado no dia 18 de fevereiro de 1989, como legítimo representante da categoria policial civil do Estado de Rondônia que abrangia também os Servidores do quadro Federal.

O primeiro Presidente Eleito a Assumir a Entidade recém-fundada foi o Policial Civil Tito Paz que entrou para as Fileiras da Polícia Civil em Julho de 1988. A entidade foi registrada no Cadastro Geral de Contribuintes sob o nº 04.777.132/00001-85 no Cartório de Pessoas Jurídicas sob o nº 1958, de 23 de fevereiro de 1989.

Tito Paz enfrentou muitas dificuldades, foi até demitido mesmo a frente da Entidade, não foi respeitada sua condição de Sindicalista, que era vedada a demissão de representantes Sindicais por lutar por melhorias para a categoria à época.

Superada as dificuldades da época, e respeitado todos os trâmites da época a primeira Diretoria Eleita, a qual segue abaixo seus nome e cargos, tendo como Primeiro Presidente Eleito TITO PAZ. O Governador da época era Jerônimo Garcia de Santana- PMDB.

Produção textual e pesquisa Milton Berbet – Agente de Polícia 1988

NOSSOS PRESIDENTES

A décima primeira diretoria eleita, foi encabeçada pelo Agente de Polícia Rodrigo Augusto Macedo Marinho, turma de 2005, que veio para a reeleição, e nesta eleição acontece algo muito diferenciado, foi uma eleição por aclamação, por unanimidade, Rodrigo Augusto Macedo Marinho, reassume o SINSEPOL, situação que se repete pela terceira vez um presidente se reeleger para o cargo, Rodrigo e sua diretoria, com os aprendizados anteriores, muda sua forma de fazer política Sindical, e adota um modelo mais político, deixando o embate de lado, e buscando alianças e apoio entre os deputados, começa a colher resultados surpreendentes, consegue reverter, o problema da Irredutibilidade criado la em 2016, com a lei 3961, resolve o problema da Verba chamada de VINI 720, que antes não era contada para a aposentadoria. Consegue a implantação do Anexo II da tabela da Lei 3961.

Outro passo ousado desta diretoria foi a reforma do Estatuto do Sindicato, que passou a ter a sigla alterada para SINPOLRO, dentre vários avanços a Diretoria eleita a partir de 2022 terá o mandato de 4 anos, sem direito a reeleição do Presidente.

Em 2019, a após receber o aval da Diretoria Financeira o SINSEPOL-RO realiza em Cacoal a 2ª edição dos Jogos da Polícia Civil que retornaram em 2018 depois de um longo período sem a realização dos mesmos. Nesta ocasião a Diretoria Divulga Oficialmente o uso da Nova Sigla SINPOL-RO e, com a presença de muitas autoridades locais e estaduais os jogos são finalizados com muita harmonia entre todos, com a entrega dos Troféus e também com um grandioso baile de Gala.

Com o mandato ainda em andamento, muito há que se dizer sobre esta diretoria quando fecharmos esta descrição. Estamos enfrentando o problema Mundial da Covid-19, no momento que estamos escrevendo este texto, porém a diretoria incansável conquista, no meio desta grave crise, um reajuste na tabela salarial de 8% para a categoria. Está em andamento as tratativas para o PCCS da categoria, com vários avanços pleiteados pela Categoria.

A divida para com a UNIMED Rondônia e UNIMED Ji-Paraná, que ao receber o Sindicato da 9ª diretoria era de R$ 2.000.000,00 (Dois Milhões de Reais) no decorrer do Pleito da 10ª e 11ª Diretoria já está zerado a divida com a Unimed Ji-Paraná, e para com a Unimed Rondônia já está em aproximadamente 50% do valor herdado. Com muita Austeridade tem se conseguido avanços Importantes.

Diretoria Empossada para o Triênio 2019 À 2022.

Diretoria Executiva

Presidente – Rodrigo Augusto Macedo Marinho;
Vice Presidente – Raidsons Lima de Souza;
Secretário Geral – Adão James Pereria Paes;
Diretor Financeiro – José Ribeiro Pinto Filho;
Diretor De Relações Públicas – Zita Ferreira;
Diretor De Esporte Lazer – Ismael Miranda De Oliveira;
Diretora Social – Pholiane Jannaine Reis Ferreira;
Diretor De Política Sindical – Ari Aquino Afonso.

Suplentes da Diretoria Executiva

1º. Suplente – Renata Mourão Rodrigues De Paiva;
2º. Suplente – Ederson Andrade De Albuquerque;
3º. Suplente – Marcel Mengel;
4º. Suplente – Deyse Sena Pimenta;
5º. Suplente – Antonio Júnior Queiroz Da Silva;
6º. Suplente – Tayrone Gonçalves Ribeiro;
7º. Suplente – Jon Adson Ferreira Da Silva;
8º. Suplente – Sandro Marcelo Alves Do Nascimento.

Conselho Fiscal

1º. Membro – Elizeu Leandro Fabiano;
2º. Membro – Valter Fernandes De Almeida;
3º. Membro – José Dorival Do Nascimento Santos;

Suplentes do Conselho Fiscal

1º. Suplente – Josué Zetolis De Figueiredo;
2º. Suplente – Evandro De Oliveira Brito;
3º. Suplente – Vilmar Francisco Dos Santos.

A décima diretoria eleita, foi encabeçada pelo Agente de Polícia Rodrigo Augusto Macedo Marinho, turma de 2005, Rodrigo encabeça a chapa Austeridade e Luta e vence com 56,56% dos votos. Rodrigo Marinho leva a categoria ao amadurecimento nas lutas que encabeça. Assume movimentos de protestos em todo o Estado com faixas e manda colocar em todo o Estado Outdoors denunciando o descaso com a Polícia Civil, faz visitas a locais públicos onde o Governador estaria e inaugura uma nova forma de Luta, fecha o ano de 2016 acampado na Assembleia Legislativa, onde consegue após mais de uma semana de ocupação 24 horas por dia a aprovação da Lei 3961/2016, onde a periculosidade passa a incorporar o Vencimento dos Policiais Civis a partir de janeiro de 2018, e também fará parte da aposentadoria dos servidores que estão se aposentando.

A diretoria recebe o Sindicato com uma divida dos filiados à UNIMED de aproximadamente 2.000,000,00, (Dois Milhões de Reais) com muita austeridade a diretoria vem reduzindo esta divida, sem contudo parar as atividades, também volta a realizar os Jogos da Polícia Civil que promove uma grande confraternização entre os filiados de todo o Estado.

Outro feito inédito da Diretoria, foi a negociação e pagamento da Primeira parcela do Precatório do Salário mínimo que em agosto de 2018 teve a primeira parcela paga aos Filiados, e o restante em 5 parcelas.

Com a finalidade de humanizar os serviços prestados a Diretoria implanta o serviço de leva e traz para os servidores que utilizam o Hotel de trânsito, e revitaliza a Sede Social, Hotel de Trânsito e a sede Administrativa todas passaram por reformas.

Diretoria Empossada Para O Triênio 2016 A 2019.

Diretoria Executiva

Presidente – Rorigo Augusto Macedo Marinho;
Vice Presidente – Maria Lindalva Dos Santos Miranda;
Secretário Geral – Cristian Carvalho Ribeiro;
Diretor Financeiro – José Ribeiro Pinto Filho;
Diretor De Relações Públicas – Ari Aquino Afonso;
Diretor De Esporte Lazer – Raison Lima Dos Santos;
Diretora Social – Adão James Pereira Paes;
Diretor De Política Sindical – Elias Teixeira Ferreria.

Suplentes Da Diretoria Executiva

1º. Suplente – Xenofonte Ferrosil ;
2º. Suplente – Adriano Leal Do Monte;
3º. Suplente – Renata Mourão Rodrigues De Paiva;
4º. Suplente – Alan Fernandes Da Silva;
5º. Suplente – Moisés De Souza Saraiva;
6º. Deyse Sena Pimenta;
7º. Angela Maria Pereira Da Silva;
8º. Raimundo Nonato Pereira Da Silva;

Conselho Fiscal

1º. Membro – Valter Fernandes De Almeida ;
2º. Membro – Elienay Velten;
3º. Membro – Marciana Rosa De Lima;

Suplentes Do Conselho Fiscal

1º. Elizeu Leandro Fabiano ;
2º. Suplente – Juvenal Vieira Neto;
3º. Suplente – João Maria Netoas.

A nona diretoria eleita, foi encabeçada pelo Agente de Polícia Antônio Jales Gomes Moreira, da turma de 1988, que veio para uma reeleição, a categoria entendeu que não era hora de mudança e aprovou com 53% Antônio Jales para um segundo Mandato, Jales termina seu mandato anterior com uma greve e muitas negociações, e neste mandato no início de 2013, Jales aprova a duplicação do número de vagas para a promoção, um dos grandes gargalos que a categoria enfrenta há anos. O governo continua Confúcio Moura.

Diretoria Empossada Para O Triênio 2010 À 2013.

Diretoria Executiva

Presidente – Antonio Jales Moreira;
Vice Presidente – Rodrigo Augusto Macedo Marinho;
Secretário Geral – Clênio Rubstanio Rabelo De Souza;
Diretor Financeiro – Clodoaldo Oliveira De Melo Junior;
Diretor De Relações Públicas – Fabrício Melo De Almeida;
Diretor De Esporte Lazer – José Hélio De Castro Rocha;
Diretora Social – Maria Lindalva Dos Santos Miranda;
Diretor De Política Sindical – Vinicius Araújo Peixoto.

Suplentes Da Diretoria Executiva

1º. Suplente – Juvenal Vieira Neto;
2º. Suplente – Bertoldo Kil;
3º. Suplente – Miguel Angelo Camargo Gilio;
4º. Suplente – Ari Aquino Afonso;
5º. Suplente – Danilo Fontana;
6º. Tayrone Gonçalves Ribeiro;
7º. Marluce Pereira Clemente;
8º. Tatiane Moraes Da Silva;

Conselho Fiscal

1º. Membro – Vagner Pereira Sodré;
2º. Membro – Luiz Carlos De Azevedo; Valter Fernandes De Almeida;
3º. Membro – Valter Fernandes De Almeida;

Suplentes Do Conselho Fiscal

1º. Suplente – Antonio Carlos Reis;
2º. Suplente – Maria Pereira Silva;
3º. Suplente – Otínio José De Araújo Freitas.

A oitava diretoria eleita, foi encabeçada pelo Agente de Polícia Antônio Jales Gomes Moreira, da turma de 1988, que já havia militado em outras chapas no passado e veio com novas propostas e assume o comando do sindicato. No final do ano de 2010, finalzinho do Governo de Ivo Cassol que estava sendo conduzido por João Caula, Jales consegue a Isonomia dos servidores contratados em 2005 e 2010, trazendo um ganho de mais de 30% para os servidores contratados após 2005. Assume o novo Governador, Confúcio Moura e Jales entra em embate direto com o Governo Confúcio Moura, tenta de todas as formas negociar, quando estas ações não resolvem mais, convoca a categoria para manifestações e greves, foram três anos de Lutas e embates por melhorias.

Diretoria Empossada Para O Triênio 2010 À 2013.

Diretoria Executiva

Presidente – Antonio Jales Moreira;
Vice Presidente – Wenio Camilo Wanderley Dantas;
Secretário Geral – Eduardo Cesar Pereira Dos Santos;
Diretor Financeiro – Clodoaldo Oliveira De Melo Junior;
Diretor De Relações Públicas – Fabrício Melo De Almeida;
Diretor De Esporte Lazer – José Hélio De Castro Rocha;
Diretora Social – Maria Lindalva Dos Santos Miranda;
Diretor De Política Sindical – Juvenal Vieira Neto.

Suplentes Da Diretoria Executiva

1º. Suplente – Clênio Rubstanio Rabelo De Souza;
2º. Suplente – Vicente Acrísio Veras Rodrigues;
3º. Suplente – Dilson Pinheiro Ferreria;
4º. Suplente – Antônio Alexandre Souza De Oliveira;
5º. Suplente – Paulo Henrique Vieira Da Costa;
6º. José Luiz Neto;
7º. Jorgevane Souza Gomes;
8º. Marcio Frank De Oliveira Barvosa;

Conselho Fiscal

1º. Membro – Vagner Pereira Sodré;
2º. Membro – Valter Fernandes De Almeida;
3º. Membro – Luiz Carlos De Azevedo;

Suplentes Do Conselho Fiscal

1º. Suplente – Angela Maria Pereira Silva;
2º. Suplente – Claudionor Xavier Ribeiro;
3º. Suplente – Vidal Vez Da Costa.

A sétima diretoria eleita, foi encabeçada pelo Escrivão de Polícia Cícero Evangelista Moreira da turma de 1990, quem vem para o seu segundo Mandato, com o apoio de 57,65% dos votos válidos, Cícero já conta com o apoio da turma de 2005 que foi uma das mais numerosas já contratadas pelo governo do estado, Cícero entre seus feitos, Reformou a sede Social, Comprou a Caminhonete Hilux e o Siena para servir aos servidores e ao Sindicato, também adquiriu neste mandato a sede atual do Sindicato na Rua João Goulart. O Governador de sua época é Ivo Cassol.

Diretoria Empossada Para O Triênio 2007 À 2010.

Diretoria Executiva

Presidente – Cícero Evangelista Moreira;
Vice Presidente – Oneide Mendes De Souza Martins;
Secretário Geral – Juscelino Moraes Do Amaral;
Diretor Financeiro – Daniel Almeida De Moraes;
Diretor De Relações Públicas – Marcos Antonio Helbel;
Diretor De Esporte Lazer – Marcos Antonio Rodrigues Da Silva;
Diretora Social – Lenita Rodrigues Moreira Dantas;
Diretor De Política Sindical – Heraldo Duarte Viana Filho.

Suplentes Da Diretoria Executiva

1º. Suplente – Edson Dionísio De Lima;
2º. Suplente – João Araújo Santos;
3º. Suplente – Luiz Valmir Noé Santos;
4º. Suplente – José Dorival Do Nascimento Santos;
5º. Suplente – Reinaldo Firmino De Lima;
6º. Ivanildo Pereira Da Silva;
7º.manoel Messias Mendes Filho;
8º.josé Luiz Neto.

Conselho Fiscal

1º. Membro – Genival Queiroga Junior;
2º. Membro – Eraldo Araújo Machado;
3º. Membro – Vinícius Araújo Peixoto;

Suplentes Do Conselho Fiscal

1º. Suplente – Maria Eneleide De Menezes;
2º. Suplente – Francisco Augusto Filho;
3º. Suplente – Erilene Chagas Bandeira.

A sexta diretoria eleita, foi encabeçada pelo Escrivão de Polícia Cícero Evangelista Moreira da turma de 1990, com o apoio de mais de 65% da categoria Cicero é eleito tendo como Governador à época o Governador Ivo Cassol e do secretário Paulo Moraes. Um dos grandes feitos desta diretoria, foi a Implantação da ação da Isonomia via Judicial em Julho de 2006 aos servidores contratados até 1994.

Diretoria Empossada Para O Triênio 2004 À 2007.

Diretoria Executiva

Presidente – Cícero Evangelista Moreira;
Vice Presidente – José Carlos Correia;
Secretário Geral – Juscelino Moraes Do Amaral;
Diretor Financeiro – Wânia Aurora Aparecida;
Diretor De Relações Públicas – Anselmo S. Da Silveira;
Diretor De Esporte Lazer – Reginaldo Fernandes Da Silva;
Diretora Social – Lucia Maria Matos Lobato;
Diretor De Política Sindical – Sergio Da Cruz;

Suplentes Da Diretoria Executiva

1º. Suplente – Edson Dionísio De Lima;
2º. Suplente – Luiz Izan Da Conceição Lobato;
3º. Suplente – Josias Batista Silva;
4º. Suplente – João Araújo Santos;
5º. Suplente – Wilson Deflon Tabalipa.

Conselho Fiscal

1º. Membro – Genival Queiroga Junior;
2º. Membro – Odília De Lima Mamani;
3º. Membro – Adir Santos Da Cruz.

Suplentes Do Conselho Fiscal

1º. Suplente – José Nilton C. Gonçalves;
2º. Suplente – Rogério Augusto Guimarães;
3º. Suplente – José Carlos Chaddad.

A quinta Diretoria Eleita, teve a volta do Policial Civil de 1984, Ataniel Pinheiro dos Santos, que foi derrotado na eleição anterior por Castro, mas que no pleito seguinte, retoma a direção em nova eleição, nesta Legislatura Ataniel, enfrenta muitas dificuldades e dentre elas a criação da Lei 1041/2002, que trouxe grandes prejuízo à categoria, O Governador nesta legislatura era o Governador José de Abreu Bianco que em 2003 é substituído por Ivo Cassol.

Diretoria Empossada Para O Triênio 2001 À 2004.

Diretoria Executiva

Presidente – Ataniel Pinheiro Dos Santos;
Vice-presidente – Lilá Lea Cardoso Cora;
Secretário Geral – Juscelino Moraes Do Amaral;
Diretor Financeiro – Edson Dionísio De Lima;
Diretor De Relações Públicas – Milton Ferreira Berbet;
Diretor De Esporte E Lazer – Eraldo Araújo Machado;
Diretora Social – Duxley Luz Silva;
José Antonio Alves Costa – Diretor De Política Sindical;

Suplentes Da Diretoria Executiva

1º. Suplente – Ivanildo Pereira Da Silva;
2º. Suplente – Girlei Veloso Marinho;
3º. Suplente – José Willian Da Silva Assis;
4º. Suplente – Salomão Grana;
5º. Suplente – José Barros Veras.

Conselho Fiscal

1º. Membro – Sebastião Felix Reis;
2º. Membro – Osvaldo Figueiredo Maia;
3º. Membro – Rochael Borges Pires.

Suplentes Do Conselho Fiscal

1º. Suplente – Francisco Laerte De Freitas;
2º. Suplente – Francisco Wilson Costa Da Silva;
3º. Suplente – Alexandro Dos Santos Queiroz.

A quarta diretoria eleita foi encabeçada pelo Escrivão de Polícia José de Castro Ferreira, Castro é escrivão da turma de 1990. Pela primeira vez o SINPOL tinha como representante um Escrivão de Polícia, Castro também enfrentou muita oposição a seu trabalho, chegou a Fechar a Ponte do Candeias em busca de melhorias Salariais, Castro adquiriu a sede Campestre onde hoje é uma excelente área de lazer para os Policiai Civis, também a sede da Av. Calama, onde Hoje funciona o Hotel de Trânsito, o Governo de sua Época era José de Abreu Bianco, e a polícia Civil tinha um representante na Assembleia Legislativa, mas isto não garantiu dias melhores, nesta Legislação.

Diretoria Empossada Para O Triênio 1998 À 2001

Diretoria Executiva

Presidente – José De Castro Ferreira;
Vice-presidente – Eloísa Assunção;
Secretária Geral – Silvânia Maria Bezerra Rodrigues;
Diretor Financeiro – Reginaldo Ferreira De Souza;
Diretor De Relações Públicas – Josias Batista Da Silva;
Diretor De Esporte E Lazer – Jair De Ferreira Vieira;
Diretor Social – Carlos Augusto Silva Braga;
Diretor De Política Sindical – Alexandre Francisco.

Suplentes Da Diretoria Executiva

1º. Suplente – Jaime Célio Vilarim De Sá;
2º. Suplente – José Nilton Consta Gonçalves;
3º. Suplente – Edson Correia De Miranda;
4º. Suplente – Carlos Bonazza;
5º. Suplente – Rosa Maria Alves.

Conselho Fiscal

1º. Membro – Márcio Da Silva Reinaldo;
2º. Membro – Paulo Sergio Ferreira De Souza;
3º. Membro – Girley Veloso Marinho.

Suplentes Do Conselho Fiscal

1º. Suplente – José Barroso Veras;
2º. Suplente – Anderson Ribeiro De Sá;
3º. Suplente – Paulo Roberto Oliveira Da Costa.

A terceira diretoria eleita, foi encabeçada pelo Policial Civil da turma de 1984, Ataniel Pinheiro dos Santos, sua administração abrangeu parte do Governo Waldir Raupp de Matos e parte do Governo de José de Abreu Bianco, A administração do Presidente Ataniel Pinheiro dos Santos, teve grandes desafios onde se iniciou as Primeiras Ações Judiciais para garantir o direito dos Servidores, sendo uma delas a ação do salário mínimo, tendo em vista o vencimento dos servidores da Polícia Civil ter caído para menos de um salário mínimo, o que era proibido por Lei.

Diretoria Empossada para o Triênio 1995 À 1998

Diretoria Executiva

Presidente – Ataniel Pinheiro Dos Santos;
Vice-presidente – Hermes Fahl Filho;
Secretário Geral – Jessé Paulo Vilhena De Amorim;
Diretor Financeiro – Carlos Alberto Brito Dos Santos ;
Diretora De Relações Públicas – Rosemaire Maciel Da Silva;
Diretor De Esporte E Lazer – José Carlos Vilar Da Costa;
Diretor Social – Alex Wanderley Dantas;
Diretor De Política Sindical – José Antônio Alves Costa;

Suplentes Da Diretoria Executiva

1º. Suplente – Sebastião Felix Reis;
2º. Suplente – Antõnio Carlos Rodrigues De Lima;
3º. Suplente – Isaac Neris Ferreira Do Santos;
4º. Suplente – Paulo César Rebouças De Castro;
5º. Suplente – Maria Dolores Alves Brandão.

Conselho Fiscal

1º. Membro – Eliel Pereira Barros;
2º. Membro – Genebaldo Marques Da Silva;
3º. Membro – Josadarck Nascimento Da Silva.

Suplentes do Conselho Fiscal

1º. Suplente – Iran Da Paixão Tavares Filho;
2º. Suplente – Raimundo Enedino Rocha.

A segunda diretoria eleita em 1992, foi encabeçada pelo policial civil do quadro federal Guilherme Carlos Stegmann, que encontrou uma situação, inusitada, o salário dos servidores do estado estava em condições muito precária, um dos maiores feitos foi o fechamento da ponte de ji-paraná em protesto ao governo do estado por melhorias salariais, foi criada nesta época a lei complementar 058/1992, o governador da época era Osvaldo Piana Filho.
diretoria empossada para o triênio 1992 à 1995.

Diretoria Executiva

Presidente – Guilherme Carlos Stegmann;
Vice-presidente – Cícero Salustiano Siqueira;
Secretário Geral – Edson Yukishique Sassamoto;
Diretor Financeiro – Hélio Vieira Da Costa;
Diretor De Relações Públicas – Edson Correa De Miranda;
Diretor De Esporte E Lazer – Lucas André De Lima;
Diretora Social – Verdiomar Nonato Pagung;
Diretora De Política Sindical – Iran Da Paixão T. Filho;

Suplentes Da Diretoria Executiva

1º. Suplente – Marcos Antonio Araújo Dos Santos;
2º. Suplente – Francisco Airton Martins Procópio;
3º. Suplente – José Gonçalves Cardoso;
4º. Suplente – Leonice Aparecida Bisinela;
5º. Suplente – Marcos Nunes Da Silva .

Conselho Fiscal

1º. Membro – Antonio Jales Gomes Moreira;
2º. Membro – Zeno Rodrigues Viana;
3º. Membro – Ademir Arenhardt;

Suplentes Do Conselho Fiscal

1º. Suplente – José De Anchieta Martins Dos Santos;
2º. Suplente – Dilma Da Silva Mendanha Paulino.

Diretoria Empossada para o triênio 1989 À 1992.

 

Diretoria Executiva

Presidente – Tito Soares Paz;

Vice-presidente – José Nilton Costa Gonçalves;

Secretário Geral – João Marques Pires;

Diretor Financeiro – Jarbas Manoel Da Silva;

Diretor De Relações Públicas – Juracy Jorge Da Silva;

Diretor De Esporte E Lazer – Marconi Ferreira Castelo Branco;

Diretora Social – Joana Oliveira Da Silva;

Diretora De Política Sindical – Maria Do Rosário Lima Das Chagas.

 

Suplentes da Diretoria Executiva

1º. Suplente – Manoel Carlos De Moura;

2º. Suplente – Elsedir De Leite;

3º. Suplente – Jeter De Lima Mamani;

4º. Suplente – Sérgio De Matos ;

5º. Suplente - Altamir Lopes Noé.

 

Conselho Fiscal

1º. Membro – Aderaldo Ramos De Andrade;

2º. Membro – Cristóvão Bentes Da Silva;

3º. Membro – José Newton De Souza.

 

Suplentes do Conselho Fiscal

1º. Suplente – Elias Soares

2º. Suplente – Jesualdo Leiva De Farias

Close