Manchete

Agora é Lei: policiais civis entram para lista prioritária de vacinação contra covid-19

Diretoria do SINPOL-RO agradece apoio da Câmara de Vereadores de Porto Velho, em especial, o presidente, Edwilson Negreiros, autor do projeto de Lei; Hildon Chaves sanciona na terça-feira

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Rondônia (SINPOL-RO), Rodrigo Marinho, agradeceu, nesta sexta-feira (19), a aprovação do projeto de Lei 4133, de autoria do vereador e presidente da Câmara dos Vereadores de Porto Velho, Edwilson Negreiros, que inclui policiais civis, lotados em Porto Velho e seus distritos, na relação de prioridade para vacinação contra o novo coronavírus, causador da covid-19.

Está marcada para a próxima terça-feira (23) de março, a sanção do prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, que vem se mostrando sensível à imunização de todos os profissionais que estão na linha de enfrentamento do novo coronavírus, entre eles os policiais civis que atuam em Porto Velho e todos os seus distritos.

PARA TODO ESTADO – De acordo com Rodrigo Marinho (D), meta é estender benefício para toda a categoria em Rondônia 

De acordo com Rodrigo Marinho, agora é norma: legalmente, dentro dos limites de Porto Velho, incluindo seus distritos, todos os policiais civis entram no rol prioritário de imunização na Campanha de Vacinação contra o Coronavírus (COVID-19), implantada pela prefeitura de Porto Velho, que recentemente, adquiriu 400 mil doses de vacina da farmacêutica Astrazeneca.

Edwilson Negreiros atendeu um pedido protocolado pelo SINPOL-RO, dia 15 deste mês. De acordo com Rodrigo Marinho, todos os policiais estão na linha de frente de exposição ao novo coronavírus, já que, apesar da pandemia, sua rotina continua a mesma no enfrentamento da criminalidade e na busca de garantir segurança à população.

No pedido feito à Câmara de Vereadores, o SINPOL-RO destacou que a pedida da Confederação Brasileira de Policiais Civis (COBRAPOL) o Ministério da Economia deferiu o pedido de prioridade na vacinação para policiais civis, juntamente com as forças de Segurança e Salvamento, conforme Nota Técnica do Ministério da Saúde datado de 18/01/2021.

O pedido foi embasado ainda nos termos do decreto federal que afirma: funcionarão de forma presencial as atividades da saúde, segurança, sistema penitenciário, orçamento e finanças, comunicação e receita pública, bem como aqueles que sejam fundamentais para a fiel execução do serviço público, conforme determinação do decreto em vigor.

Desde o início da pandemia, a diretoria do SINPOL-RO promoveu campanhas de orientação sobre os riscos da covid-19, fez a distribuição de máscaras e álcool em gel entre outras medidas, para os filiados lotados na capital e interior do Estado, visando minimizar a possibilidade de contágio entre os servidores que trabalham em condições precárias de atendimento ininterrupto e a população em geral.

O presidente Rodrigo Marinho agradeceu, também, o empenho do prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, em acolher, de forma rápida, a propositura feita pela Câmara de Vereadores que contempla toda a categoria da Polícia Civil, em Porto Velho. A sanção da Lei está agendada para a próxima terça-feira (23).

EM TODO O ESTADO

De acordo com o presidente do SINPOL-RO, Rodrigo Marinho, a diretoria trabalha para que o benefício seja estendido a todos os policiais civis lotados em todos os municípios de Rondônia. A estratégia é buscar junto ao governo de Rondônia, bem como às câmaras municipais de cada cidade, a inclusão da categoria na lista de profissionais prioritários para imunização contra o novo coronavírus no Estado.

Projeto de Edwilson Negreiros que fomenta emprego a adolescentes de Porto Velho vinculados ao Programa Jovem Aprendiz é aprovado / Rondônia Dinâmica

O presidente da Câmara, Edwilson Negreiros acatou pedido do Sinpol-RO

Tags
Mostrar mais

Matérias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close