Ação Polícial

Mais de 840 armas foram apreendidas este ano em RO pela Polícia Civil

Também foram apreendidos 2.774 quilos de drogas. Dados fazem parte de balanço das ações da corporação em 2020

A Polícia Civil divulgou o balanço das ações realizadas pela corporação desde o início deste ano. Até o momento foram feitas 82 operações no estado, em destaque, contra facções criminosas e o crime organizado.

Os dados foram apresentados durante coletiva à imprensa na terça-feira (11). Segundo o delegado geral da Polícia Civil, Samir Fouad Abboud, em Rondônia aconteceram operações contra o tráfico de drogas, combate a violência contra mulher e de fiscalização aos preços e validade de mercadorias nos comércios.

Os números apresentados expõem que a polícia conseguiu:

  • Recuperar R$ 2,5 milhões em valores apreendidos,
  • Apreender 846 armas,
  • Apreender 2.774 kg de drogas,
  • Apreender 972 veículos irregulares,
  • Instaurar 7.500 inquéritos,
  • Cumprir 571 mandados de busca e apreensão e 1.403 mandados de prisão.

Boa parte das ações contou com ajuda popular, pois mais de 1,4 mil denúncias foram recebidas através do 197.

"Operação Lockdown" deflagrada em junho pela Polícia Civil em Rondônia — Foto: Polícia Civil/Divulgação

“Operação Lockdown” deflagrada em junho pela Polícia Civil em Rondônia — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Como exemplo das ações, na semana passada foi deflagrada a “Operação Metastasis” para investigar e prender membros e líderes de organizações criminosas em Porto Velho. Foram expedidos 30 mandados de prisão e 39 de busca e apreensão contra suspeitos de envolvimento em crimes de homicídio, roubo e tráfico de drogas.

Conforme as investigações, os integrantes dessas facções agiam dentro e fora dos presídios estaduais e instalaram um “estado de guerra” na capital durante o mês de junho com trocas de ameaças entre os grupos e exibições de armas e ataques contra rivais em vídeos.

Já na “Operação Lockdown” deflagrada em junho, a Polícia Civil prendeu foragidos da Justiça que tentavam receber o auxílio emergencial do Governo Federal, durante a pandemia do novo coronavírus. Entre os alvos estavam foragidos por homicídio, tráfico de drogas e estupro. Mais de 10 pessoas foram presas em cinco cidades do estado.

Violência durante a pandemia

O número de assassinatos cresceu nos cinco primeiros meses de 2020 em Rondônia, mesmo com a pandemia de coronavírus. O aumento é de 4,34% em relação ao mesmo período do ano passado, conforme dados do Monitor da Violência.

Para o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o crescimento de assassinatos durante a quarentena é preocupante, mas ainda é cedo para apontar as causas por trás da alta da violência. Uma das hipóteses está relacionada a um aumento nos conflitos entre grupos criminosos.

Conforme o monitor, entre janeiro e maio de 2020 foram registradas 192 mortes violentas, enquanto que no mesmo período de 2019 ocorreram 184 assassinatos.

Todos os três últimos meses registraram aumento no número de assassinatos em Rondônia: foram 42 execuções em março, 43 em abril e 35 assassinatos em maio.

Tags
Mostrar mais

Matérias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Close
Close