Jurídico

Em audiência, Governo sugere abertura apenas de serviços essenciais em Porto Velho

Em audiência, Governo sugere abertura apenas de serviços essenciais em Porto Velho

O Governo de Rondônia propôs, durante audiência por videoconferência nesta segunda-feira (29), que Porto Velho retorne à fase 1 do distanciamento social como forma de enfrentamento ao Coronavírus. Nesta fase, o comércio é aberto apenas para entregas, o shopping volta a ser fechado e ficariam proibidas atividades esportivas. O funcionamento seria garantido apenas aos serviços essenciais.

A proposta foi feita na audiência presidida pelo juiz Edenir Sebastião A. da Rosa, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Porto Velho, para decidir sobre o pedido da Prefeitura da Capital, que exige o lockdown por duas semanas na cidade como forma de enfrentamento ao Coronavírus.

A intenção foi apresentada pelo procurador-geral do Estado, Juraci Jorge da Silva ao explicar que a atual fase do distanciamento social encerra nesta segunda e que o Estado, com base em argumentos técnicos, já definiu por tornar mais rígidas as regras. Ele disse que a decisão do Estado é que Porto Velho retorne para a fase 1 por 14 dias e nesse período seriam feitas novas avaliações.

Durante a audiência, o professor da Unir, Artur de Souza Moreti apresentou dados técnicos explicando a necessidade de interrupção no processo de contaminação com o aumento do isolamento social.

Tags
Mostrar mais

Matérias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close