Ação Polícial

Pai enforca e mata filha de 1 ano com pauladas na cabeça para se ‘vingar’ da ex-esposa

Crime foi em uma estrada rural de Ariquemes. Suspeito confessou o crime e foi preso

Um homem de 28 anos foi preso por matar a própria filha, de um ano e nove meses, para se ‘vingar’ a da ex-esposa em Ariquemes (RO), na noite de quinta-feira (25). Segundo a Polícia Militar (PM), a ex-esposa não queria reatar o relacionamento com o suspeito e, por causa disso, ele enforcou e golpeou a criança várias vezes na cabeça com um pedaço de madeira. A menina foi identificada como Aline Santos Souza Silva.

O registro da PM diz que a guarnição estava indo atender a ocorrência de feminicídio, no loteamento São Francisco, quando o próprio suspeito apareceu no meio da estrada e acenou aos policiais, solicitando a parada da viatura na linha C-55, zona rural.

Na ocasião, o homem disse ter acabado de matar a própria filha, uma menina de um ano e nove meses. A guarnição colocou o suspeito na viatura e foi até o local do fato, onde encontrou o corpo de Aline coberto por um lençol.

Quando questionado sobre a motivação do crime, o homem relatou aos policiais ter descoberto que a ex-esposa estava tendo um relacionamento homossexual com sua prima. Por causa desse envolvimento amoroso, a ex-companheira afirmou não querer mais reatar a relação com o suspeito.

Para se “vingar” da ex-companheira, o suspeito foi até a casa da avó da criança, alegou estar com saudades da filha e pediu para levar Aline com ele, na noite de quinta-feira. Logo depois de sair da residência com a criança, enquanto andava pela estrada rural, o homem começou enforcar a própria filha, que logo começou a expelir sangue pelas vias aéreas.

Nesse momento o suspeito ainda jogou Aline no chão da estrada e passou a golpear a menina na cabeça com um pedaço de madeira, “até sentir que de fato tinha retirado a vida do corpo de sua filha”, diz a PM.

Depois de matar a filha, o homem foi até a casa da ex-mulher e afirmou ter matado a filha deles, mas a mulher não acreditou. Com isso, o suspeito se dirigiu à casa de um vizinho e pediu para o mesmo acionar a PM. Enquanto esperavam pela viatura, moradores colocaram um lençol sobre o corpo da menina.

O homem foi preso em flagrante e levado à Unisp de Ariquemes.

Tags
Mostrar mais

Matérias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close