Personalidades

ARISTON SANTOS SANTANA- O Guerreiro Solitário do Distrito de Calama.

Ariston Santos Santana, natural de Ilhéus – BA, em 09/10/1968, casado com Márcia de Souza Laytynher Santana, pai de dois filhos, Arivaldo Dantas Santana Neto e Márton Laytynher Santana, no ano de 1985, através do irmão de nome Aroaldo que já residia em Rondônia e resolveu buscar os três irmãos mais novos, sendo eu Ariston, Almir e Arnaldo, viemos direto para o Distrito de Calama no baixo madeira, com sonhos de nos tornar proprietários de terras rurais ( trabalhar na agricultura ).

No entanto, foram anos difíceis, pois o assentamento da Gleba do Rio Preto, não teve o apoio do Governo, por isso os agricultores desanimaram, pois não tinha como escoar a produção, devido a isso resolvi viajar para Porto Velho, para trabalhar e conseguir o dinheiro para retornar para Bahia, trabalhei no hotel Vila Rica e antiga Casas Buri , conseguir o dinheiro e retornei no final de 1988 para Bahia, no ano de 1989 conheci minha esposa e casei no ano de 1990, passei por diversos trabalhos, Hotel Transamérica ( Caixa ), Hotel Cana Brava ( Supervisor ) e casa de eventos Lagoa Mar ( gerente de compras ), porém sempre falava para minha esposa que gostaria de voltar para Rondônia, pois o ditado popular, que diz que quem bebe a água do Madeira nunca esquece, realmente é verdade.

Retornei com a minha família para Rondônia no mês de janeiro de 1994, chegando aqui, recebi o convite para dar aula, eu e minha esposa em uma comunidade no meio da floresta amazônica de nome Vila Maicy, trabalhei até o final de 1995, depois retornei para Porto Velho com a minha família, no ano de 1996 trabalhei na casa de eventos de nome Cabanas, em 1997 recebi o convite para trabalhar na Prefeitura na função de chefe de divisão na SEMAC, no final de 1997 recebi uma moção  de Aplauso da Câmera de Vereadores de Porto Velho, por trabalhos de apoio ao ribeirinho, no início de 1998 fui convidado para assumir o cargo de diretor de departamento do interior da prefeitura de Porto Velho, responsável por onze distritos, de Calama até Nova Califórnia na BR, ficando no cargo até final de 2002, nesse período passei no concurso público da prefeitura, nos anos de 2003 até setembro de 2005 fiquei a disposição da Assembléia  Legislativa, no dia 05/09/2005 tomei posse na Polícia Civil e por opção pedi para trabalhar na delegacia de Calama, no ano de 2006 fui transferido para o 6ªDP, ficando por nove meses, depois voltei no início de 2007 para delegacia de Calama, onde continuo até esta data.

Quando cheguei na Delegacia de Calama existiam 04 policias na delegacia, no ano de 2014 devido a grande enchente 03 policiais pediram para ser transferidos para Porto Velho, no ano de 2017 o último dos quatro pediu aposentadoria, devido a isso, restou só eu para tomar conta da delegacia e representa a instituição Polícia Civil.

Hoje na Delegacia só existe eu como único servidor, tento desenvolver as minhas funções de polícia da melhor forma possível, sou serviços gerais, comissário  e chefe do SEVIC, além das atribuições de polícia sou responsável por todo patrimônio da Instituição, a limpeza do prédio, manutenção da moto e lancha é custeada por este policial, pois se não fizer isso, não teria a mínima condição de trabalhar. Devido estar só, quando chove, tenho que acordar pela madrugada para tirar água da lancha, caso não faça isso, a mesma vai para o fundo do rio. Preciso sempre estar a disposição, 24 horas por dia, pois tanto para atender a comunidade, como também, zelar pelo patrimônio da instituição Polícia Civil, pela qual tenho orgulho em pertencer.

 

Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close