Notícias Gerais

FEPOLNORTE comemora alcance de assinaturas necessárias para protocolo de emenda que permite maior justiça à aposentadoria de policiais

A
União dos Policiais do Brasil – UPB alcançou quantidade necessária de assinaturas de deputados federais para protocolar emenda modificativa do texto da PEC 06/2019. Um passo importante na luta por uma aposentadoria  justa aos policiais do Brasil. “Não há nada garantido, mas podemos verificar que juntos podemos alcançar objetivos importantes. Obviamente já percebemos que não há interesse do Governo Federal
para garantir justiça aos policiais civis na Reforma da Previdência e haverá grande resistência do Planalto, mas ficamos felizes por verificar que os parlamentares estão compreendendo que a verdadeira guerra ocorre nas ruas de nosso país e são os policiais a linha de frente na defesa da sociedade. Não é justo que as forças armadas tenham direitos protegidos e os policiais a esperança de uma aposentadoria digna retirada”, destacou Itamir Lima, Presidente da FEPOLNORTE.

A emenda foi protocolada junto à Comissão Especial que analisa à PEC e o trabalho deve continuar para alcançar o apoio dos demais parlamentares e dissolver a resistência do Governo Federal. Na última reunião com o secretário da Reforma da Previdência, Rogério Marinho, os representantes dos operadores de segurança
pública encontraram antipatia e resistência sobre a alegação de que todos precisam dar sua contribuição. Quando Marinho foi questionado sobre as benesses estendida aos militares e que os demais servidores da segurança pública buscam o mesmo tratamento, este se limitou a dizer que a condição dos militares é
diferente, fato que amplia a indignação dos policiais com o tratamento dispensado pelo Governo Bolsonaro a esses profissionais. “Lamentamos que não haja progresso com o Governo Federal, pois a ampla maioria dos policiais confiaram em Bolsonaro para sua valorização e o que temos recebido até agora não condiz com
o discurso de campanha”, lamentou Lima.

As manifestações agendadas continuam e as caravana à Brasília no dia 21/05 continua parte essencial das ações por uma aposentadoria justa e uma pensão que garanta a dignidade das famílias dos policiais. “Não garantimos nada ainda.

Precisamos intensificar ainda mais nossa luta e a participação de todos os operadores de segurança, seus familiares e membros da sociedade que reconhecem a importância desses trabalhadores para nossa sociedade continua sendo essencial”, finalizou o Presidente.

http://fepolnorte.org/?ir=noticia&id=164

Mostrar mais

Matérias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close