Ação PolícialManchete

Polícia Civil apreende cerca de duas toneladas e meia de explosivos em situação irregular

A Polícia Civil do estado de Rondônia, por meio da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (DECAME) com apoio do Departamento de Estratégia e Inteligência (DEI) e do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados do Exército Brasileiro (SFPC/EB) da 17ª Brigada de Infantaria de Selva que é subordinada a 12ª Região Militar de Manaus (AM), apreendeu cerca de 2.500 (dois mil e quinhentos) quilos de explosivo de demolição nesta quarta-feira (22/05). O produto estava armazenado de forma irregular em uma empresa de construção civil em Porto Velho.

De acordo com a Polícia Civil, os explosivos de demolição foram localizados em uma sala próximo ao escritório da empresa, local impróprio para seu armazenamento, pois não oferece nenhuma segurança, sendo o correto, acondicionar esse tipo de material em um paiol. Na mesma edificação também foram encontrados armazenados de forma irregular 300 metros de cordel detonante e 62 retardos. A Polícia Civil também questionou ao responsável pela empresa sobre o motivo pelo qual o material encontrado não consta no mapa de estoque, não recebendo uma resposta coerente.

É importante ressaltar ainda, que apesar do paiol da empresa ter capacidade para armazenar o explosivo encontrado de forma irregular, este foi encontrado pelos policiais da DECAME ocultado em outra instalação junto com outros produtos controlados pelo Exército (PCE). No paiol também foi constatado excedente de 2.850 (dois mil oitocentos e cinquenta) metros de cordel detonante.

Trata-se de infração administrativa que será apurada pelo SFPC do Exército, enquanto o crime previsto no art. 16, inciso III da Lei 10.826/2003 – Estatuto do Desarmamento, será apurado pela Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (DERF) com apoio da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (DECAME).

A Polícia Civil do estado de Rondônia disponibiliza o número 197 para todo cidadão que deseja realizar denúncias sobre quaisquer prática criminosa. Vale ressaltar que a denúncia pode ser realizada de forma anônima e sigilosa.

Fonte: ASCOM/PCRO

Imagens: Arquivo PC

Mostrar mais

Matérias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close