Notícias Gerais

Polícia Civil investiga atuação da Força Nacional em penitenciária de Roraima após fuga em massa de 92 presos

Área por onde presos fugiram era vigiada por agentes federais. Fuga em massa ocorreu na madrugada de sexta (19).

Sejuc pede que Polícia Civil investigue atuação da Força Nacional no dia de fuga em massa

Sejuc pede que Polícia Civil investigue atuação da Força Nacional no dia de fuga em massa

A Polícia Civil informou na tarde deste sábado (20) que instaurou inquérito para investigar a atuação de agentes da Força Nacional na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo após a fuga em massa de 92 detentos.

A fuga ocorreu madrugada dessa sexta (19) por um túnel feito de dentro do presídio para a área externa e teve o apoio de criminosos que estavam do lado de fora. Eles cortaram a energia e o presídio ficou às escuras por meia hora.

Conforme o secretário de Justiça e Cidadania, Ronan Marinho, a área por onde os presos saíram era vigiada pela Força Nacional.

“Da boca do túnel, até onde a viatura [da Força Nacional] deveria estar é pouco mais de 40 metros. Solicitei à degelada geral que abra uma investigação para apurar a responsabilidade desse efetivo da Força Nacional que deveria estar ali e nós não sabíamos se estavam ou se não estavam”, disse Marinho em entrevista à Rede Amazônica Roraima.

Por telefone, a assessoria da Polícia Civil informou que o inquérito já foi instaurado. “Vai ser apurada a responsabilidade de todos os envolvidos na fuga. Seja por ação ou omissão”.

G1 contatou o Ministério da Justiça para saber posicionamento sobre as afirmações da Sejuc e aguarda retorno.

Túnel deu acesso ao lado de fora do presídio (Foto: Arquivo pessoal )

Túnel deu acesso ao lado de fora do presídio (Foto: Arquivo pessoal )

Os agentes federais estão no estado desde janeiro de 2017, quando ocorreu o massacre de 33 presos na penitenciária. Porém, a atuação deles é restrita à vigilância externa do presídio.

Conforme Marinho, uma portaria do governo federal os impede de entrar no presídio, ficar em guaritas ou atuar em rebeliões.

“Não estamos nos eximindo das nossas responsabilidades, mas se a Força Nacional deveria estar ali no perímetro da penitenciária, ela deveria ter evitado essa fuga”, frisou o secretário.

Em razão das limitações, o secretário afirmou que pediu a mudança de agentes da Força Nacional por agentes do Grupo de Intervenção Penitenciário, que segundo ele, poderá atuar dentro de Monte Cristo.

Força Nacional era responsável por segurança em área externa de presídio por onde detentos fugiram, informou a Sejuc (Foto: Inaê Brandão/G1/Arquivo)

Força Nacional era responsável por segurança em área externa de presídio por onde detentos fugiram, informou a Sejuc (Foto: Inaê Brandão/G1/Arquivo)

Fuga em massa

A escavação por onde 92 detentos fugiram na madrugada de sexta tinha cerca de 100 metros e foi feita da ala 14, onde fica o ‘Cadeião’, para a área externa atrás do maior presídio do estado. O ‘Cadeião’ abriga mais de 700 presos provisórios.

A fuga em massa foi organizada e executada por uma facção criminosa que atua dentro e fora do presídio, informou a Sejuc. Entre os foragidos estão líderes da facção.

O governo montou uma força-tarefa entre a Divisão de Inteligência e Captura (Dicap), Polícia Miliar, Polícia Civil e Secretaria de Segurança Pública para recapturar os foragidos do presídio.

Um helicóptero cedido pelo Ibama e carros da polícia fizeram buscas aérea e terrestre pela região de Monte Cristo, área Rural de Boa Vista. Três pessoas que deram apoio à ação foram presas pela Polícia Civil ainda no dia da fuga.

As visitas de familiares a presos da unidade foram suspensas pela Sejuc por tempo indeterminado.

Túnel

Uma operação com máquinas de obras foi montada dentro do presídio para soterrar o túnel por onde saíram os fugitivos. A escavação, segundo a Sejuc, era no mesmo local onde havia sido encontrados dois túneis no início de janeiro.

Os presos, conforme Ronan Marinho, “reviram” a terra e abriram o túnel. Entretanto, o local será soterrado definitivamente.

Foragidos

Lista de detentos que fugiram da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo na madrugada do dia 19 de janeiro de 2018 (Foto: Infográfico/Inaê Brandão/G1 RR)

Lista de detentos que fugiram da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo na madrugada do dia 19 de janeiro de 2018 (Foto: Infográfico/Inaê Brandão/G1 RR)

Lista de detentos que fugiram da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo na madrugada do dia 19 de janeiro de 2018 (Foto: Infográfico/Inaê Brandão/G1 RR)

Lista de detentos que fugiram da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo na madrugada do dia 19 de janeiro de 2018 (Foto: Infográfico/Inaê Brandão/G1 RR)

Lista de detentos que fugiram da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo na madrugada do dia 19 de janeiro de 2018 (Foto: Infográfico/Inaê Brandão/G1 RR)

Lista de detentos que fugiram da Penitenciária Agrícola de Monte Cristo na madrugada do dia 19 de janeiro de 2018 (Foto: Infográfico/Inaê Brandão/G1 RR)

Tags
Mostrar mais

Matérias Relacionadas

Close