Manchete

Sinsepol confirma pagamento de realinhamento salarial a policiais civis na folha de janeiro

Para obter sucesso, a categoria ficou unida. Fez manifestações, buscou apoio junto à população e, de forma inédita no Brasil, fez a ocupação pacífica da sede da Assembleia Legislativa de Rondônia, em dezembro de 2016

REALIDADE – União da categoria foi fundamental para aprovação, diz Rodrigo Marinho

DA REPORTAGEM LOCAL

Todos os servidores da Polícia Civil de Rondônia recebem, na folha de pagamento de janeiro, os valores correspondentes ao realinhamento salarial dos vencimentos em seu contra-cheque. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (11) pelo presidente do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Rondônia (Sinsepol), Rodrigo Marinho.

De acordo com Rodrigo Marinho, o realinhamento – regulamentado pela Lei 3961 de 2016- vai proporcionar uma maior isonomia, vai corrigir injustiças e, de certa forma, valorizar todos os servidores. A implantação do realinhamento aos salários é fruto de muita luta, onde foi mudada a Lei  1041/2002 que fixava a remuneração dos integrantes da Polícia Civil, onde a o salário inicial era de R$ 3.330,00 e após 30 anos, de trabalho, se aposentava com salário de R$ 4.400, 00, sem direito à paridade e integralidade. Com a implantação dessa Lei em janeiro deste ano, o salário do policial saltará, para um vencimento inicial de R$ 4.570,00, e o final, para R$ 6.090,00. A medida é um grande passo para avançarmos na melhoria salarial da categoria, afirma Marinho.

Para obter sucesso, a categoria ficou unida. Fez manifestações, buscou apoio junto à população e, de forma inédita no Brasil, fez a ocupação pacífica da sede da Assembleia Legislativa de Rondônia, em dezembro de 2016. No total, foram nove dias ininterruptos de permanência na sede do Poder Legislativo do Estado, almoçando, jantando, e cantando hino dentro da Casa do Povo.

A ação contou com o apoio de todos os deputados estaduais à época que condicionaram a votação da proposta orçamentária ao envio pelo Poder Executivo, do projeto de Lei que tratava sobre o realinhamento salarial.

Para Rodrigo Marinho, os deputados estaduais Léo Moraes e Maurão de Carvalho foram peças importantes para que a categoria obtivesse seu direito reconhecido pelo governo de Rondônia. Ainda há expectativa para este ano de ampliar a luta para conquistarmos ainda mais direitos para a categoria.

Outra pauta é o pagamento de precatório – que é o principal foco do sindicato para este ano-, outra luta árdua que o Sinsepol vem travando em prol dos servidores da Polícia Civil, é o tão sonhado recebimento do precatório do salário mínimo. Várias reuniões com o procurador-geral do Estado de Rondônia, Juraci Jorge da Silva, foram realizadas sobre a pauta dos precatórios.

No final do ano passado, os dirigentes do sindicato solicitaram do governador, reunião para tratar sobre o pagamento dos precatórios, já que o processo está em liquidação e todo o saneamento do processo, visando apresentar proposta de negociação. Na reunião a equipe econômica do governo informou que vai se empenhar para que ocorra a reunião com a presença das partes interessadas para o mais breve possível apresentar uma proposta para a categoria  deliberar em assembleia geral.

 

PROMOÇÕES 

O presidente do Sinsepol afirma que após muitas lutas deste sindicato, a promoção dos servidores de março de 2017, mais de 350 servidores foi efetivada em dezembro de 2017 nos referidos contra-cheques e o retroativo desta promoção, está confirmada para o pagamento de janeiro deste ano.

Referente à promoção de setembro 2017, encontra-se na mesa permanente de negociação do governo. A diretoria do Sinsepol está atenta e trabalhando para destravar esse processo, para que não ocorra o mesmo atraso para efetivação da promoção, disse Rodrigo Marinho.

A diretoria do Sinsepol ressalta a importância da união de toda a categoria para avançar nas conquistas e cada vez mais lutar pelas realizações para a família Polícia Civil e agradece ao apoio do deputado Léo Moraes, que tem sido aguerrido nas lutas por direitos coletivos da Polícia Civil.

Tags
Mostrar mais

Matérias Relacionadas

Close